top of page

CARTAS DE CORTÉS - PARTE XXV

Xicotencatl e Outros Chefes Tlaxcalanos Prometem Ajudar os Espanhóis


No dia seguinte, assim que a luz saiu, nós continuamos nossa marcha a cada nível da estrada, que levava a Tlaxcala; Pouco do inimigo nos seguia agora, apesar daquela província ser bastante populosa e ainda éramos saudados com barulhos vindos das colinas a uma distância não tão longe. Naquele dia, que era sábado, em 8 de julho (1520), nós passamos para o território dos Mexicas e entramos na província de Tlaxcala, em um lugar chamado Gualipan, que continha três a quatro mil famílias, onde fomos recebidos pelos habitantes, contemplados com descanso e comida, apesar de termos sido compelidos a pagar pelas provisões de grande necessidade, e eles não pegaram nada a não ser ouro como pagamento, que devido nossa grande necessidade, fomos forçados a dar. Fiquei na cidade por três dias., tempo que Masse Escase e Xicotencatl de Tlaxcala, juntos com outros nobres daquela província e alguns de Guazucingo, vieram me ver e conferir; Todos viram nosso estado e sentiram muita dor pelo que aconteceu, e vieram me consolar, dizendo que haviam me dito outrora que o povo do México eram traidores e que eu deveria ter sido mais cauteloso, não acreditando em sua profissões; Que eu deveria ter ficado feliz em ter saído de lá com vida; E que eles me ajudariam até a morte em obter a satisfação pelas maldades que sofremos; Neste caso, eles impeliram a aliança jurada a Vossa Majestade, mas também pela perda de inúmeros irmãos que pereceram em meu serviço e no mesmo senso das feridas que haviam sofrido no passado; E eles me asseguraram que eu talvez confie neles em fornecer amigos leais e rapidamente para mim, até a morte. Eles adicionaram, que desde que retornei ferido, toda minha companhia estava desgastada com o trabalho, eu deveria ir a uma cidade a quatro ligas desta cidade, onde obteremos repouso e eles cuidariam de nossas feridas e nos recuperaríamos dos efeitos da fatiga e da exaustão.


Eu me expressei extremamente feliz com sua oferta e aceitei de bom grado, presenteando-o com joias que salvamos, das quais ele ficou muito satisfeito. E eu os acompanhei até a cidade, onde fomos muito bem recebido.


Hernán Cortés, Segunda Carta, Páginas 166 - 167


Estátua de Xicotencatl.

Fonte: American Historical Association.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page