top of page

CARTAS DE CORTÉS - PARTE XX

Cortés Descobre da Revolta em Tenochtitlan.


Eu fiquei em Cempoala com o resto dos homens para prover os interesses de Vossa Majestade. Eu também despachei um mensageiro para a cidade de Tenochtitlan, para enviar a mensagem aos espanhóis que eu deixei por lá para avisar de meu sucesso. Esta mensagem voltou em doze dias, e me trouxe palavras do alcade de quem deixei minha autoridade, ele me informou que os indianos atacaram a guarnição de todos os lados e colocaram fogo em todos os lugares; Eles afundaram as minas colocando nosso povo em perigo iminente; Todos aqueles que poderiam perecer, a não ser que Montezuma comande uma força com operações hostis a eles e assim cessem; E que no presente momento eles estão deveras investidos, apesar da luta ter sido descontinuada, ninguém se arriscou a chegar a dois passos da guarnição. Adicionou, que uma grande parte de seus suprimentos foram tomados a força e que o inimigo ateou fogo nas quatro barcas que eu construí; E finalmente, que nosso povo está em extrema angústia e implorou para que eu fosse em sua ajuda. Vendo as extremidades da qual ele foi reduzido, se eu imediatamente não voasse a sua salvação, não apenas suas vidas seriam sacrificadas, mas todo o ouro, prata, joias e tudo que possuíamos, como como a porção pertencente a Vossa Majestade e ao exército e a mim; Mas também envolveria a perda da maior e mais nobre cidade de todo o Novo Mundo, e tudo o que nós ganhamos até o momento.


Hernán Cortés, Segunda Carta, Página 145.



Fonte: American Historical Association.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page