top of page

CARTAS DE CORTÉS - PARTE XII

Os Espanhóis Investigam o Vulcão Popocatepetl


Assim como eu desejo prestar para Vossa Majestade cada minuto dos contos de todaas as partes do mundo, eu desejei verificar a causa deste fenômeno (fumaça saindo de uma montanha de neve), assim que apareceu para mim, eu despachei imediatamente dez de meus companheiros, assim que entendi adequado a este propósito, cim vários nativos dos países e seus guias, a usar todos os seus esforços para ascender a montanha e encontrar a causa da fumaça, e o que estava produzindo-a. Eles foram e lutaram com todas as suas forças para chegar ao topo, mas foram incapazes pela quantidade de neve que estava na montanha e pelos redemoinhos de cinzas que emanavam, também pelo frio acima, que era insuportável; Mas eles chegaram próximos ao topo e enquanto estavam lá, a fumaça começou a ter muito mais força e barulho e parecia que toda a montanha iria quebrar. Então eles desceram e eles trouxeram uma quantidade considerável de neve e gelo, para que possamos vê-los, o que era algo extremamente novo nesta região, pois é uma latitude extremamente quente, de acordo com nossos navegadores, que a colocaram em nº 20, é a mesma latitude que a Ilha Espanhola, onde é sempre calor. Enquanto estavam em seu caminho para a montanha, o grupo descobriu uma estrada, e perguntaram aos índios aonde levava, que disseram a Culua e era uma boa estrada, enquanto o outro, que os Culuanos queriam que pegássemos, disse que não era uma estrada tão boa. Os espanhóis seguiram esta estrada até ascender a montanha, quando a elevação começou a se acentuar; E de lá eles descobriram as planícies de Culua, e a grande cidade de Tenochtitlan, e o lago daquela província, que de agora em diante eu contarei a Vossa Majestade; Eles retornaram cheios de júbilo pela descoberta da estrada tão boa e Deus sabe como fiquei feliz com a ocasião. Tendo obtido a informação dos espanhóis e de seu retorno da visita da montanha, assim como os nativos, relativa a descoberta da estrada, eu me direcionei aos emissários de Montezuma, que me acompanhavam como guias em seu país e disse que tomaria a nova rota ao invés da que eles estavam nos levando, recomendada como a mais curta. Eles aceitaram a mudança e que a nova rota era ainda mais curta, mas que passaríamos o dia no território de Guasucingo, cujo habitantes eram inimigos e não forneceriam suprimentos, diferente do território de Montezuma; Mas desde que preferi a nova rota, eles fariam que as provisões fossem enviadas naquele sentido. Então nós avançamos, não sem apreensão nenhuma de emboscada, pois era possível; Mas desde que declaramos qual rota seria por nossas intenções, não me parecia digno mudar os planos, ou a retornar nossos passos, pois eles poderiam imaginar que a coragem nos abandonou. No dia em que saí da cidade de Cholula, eu avancei quatro ligas e alguns vilarejos do Estado de Guasucingo, onde fomos recebidos pelos nativos, que nos deram um grande número de escravas mulheres, algumas roupas de algodão e inúmeros pequenos pedaços de ouro...


Hernán Cortés, Segunda Carta, Páginas 76-77.



Vulcão Popocatepetl

Fonte: American Historical Association.



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page